sexta-feira, 30 de agosto de 2013

7 reações químicas que você não pode deixar de ver

Talvez você perceba que aquelas aulas de Química podem ser legais, bem lá no fundo.


Não adianta, você já decretou seu ódio mortal à Química e acha que nada daquilo faz sentido, exceto quando assiste “The Big Bang Theory”, mas essa sensação de que talvez Ciência não seja uma coisa assim tão absurda não dura mais do que um episódio. Tudo bem, a gente entende.

Toda vez que seu professor vinha com alguma reação química nova você sentia dor de barriga e ficava pensando como aquilo poderia mudar a sua vida e por que você devia aprender tudo aquilo? É completamente humano fazer esse tipo de questionamento, mas, antes que você pense que esse texto vai trazer respostas às suas dúvidas mais complexas, já adiantamos: não vai.

O que talvez fique mais claro para você aqui agora é como, de fato, na prática, acontecem algumas dessas reações químicas que atormentaram a sua adolescência, e quem sabe isso possa despertar o seu interesse em estudar mais sobre ela.

1. Tênis hidrofóbico


Esse tipo de material simplesmente repele a água (e a maioria dos líquidos) que possa entrar em contato com ele. Nesse caso, entra em trabalho a Nanotecnologia, que trabalha com a manipulação de substâncias a fim de torná-las “perfeitas” para determinadas aplicações.

2. Mágica!


Para fazer essa experiência em casa, você vai precisar de: água, vinagre incolor, água oxigenada de 10 volumes e um comprimido de permanganato de potássio. Se você quiser fazer isso, veja o vídeo a seguir. A diferença do GIF para o vídeo é que o processo é inverso: enquanto no GIF a substância é despejada – provavelmente, em uma solução com água oxigenada; no vídeo a água oxigenada é despejada na solução com o permanganato.


3. Explosão de um balão de hidrogênio


Apesar de ser a substância mais comum no Universo, o hidrogênio sozinho, em forma de gás, é extremamente inflamável, principalmente quando entra em contato com o ar. O resultado dessa combustão, no entanto, é água, e por isso esse gás seria o ideal como fonte de energia, mas isso ainda está em fase de estudo, já que a produção desse gás é um processo bastante complicado.

4. Filme de fibra de carbono


O filme de carbono é um polímero reforçado com fibras hidrofóbicas extremamente fortes, mas leves ao mesmo tempo, que reagem como cola quando outro material é adicionado à água.

5. Satanás, é você?


Ao que tudo indica, misturar NH4Cr2O7 e HgSCNs não produz nada. A não ser que você coloque fogo à mistureba. Nesse caso, cinzas em forma de tentáculos poderão ser observadas. Bruxaria?

6. Areia hidrofóbica


Você já sabe que materiais hidrofóbicos repelem a água, como é o caso dessa areia, que permanece seca mesmo depois de entrar em contato com o líquido.

7. Luz


Aposto que você não sabia que era possível fazer isso. Para entender melhor esse processo, assista ao vídeo abaixo:


Um comentário:

Não deixe de se expressar!
Sua opinião é muito importante para nós.