quarta-feira, 18 de setembro de 2013

6 criaturas 'fofas' que você achava inofensivas

6. Estrela-do-mar são predadores mortais


Para muitos, estrelas do mar não passam de criaturas sem cérebro, cegas, surdas e sem cabeça que se sentem tão em casa que a única coisa que fazem é se secarem na praia e voltar para a água. É quase impossível parecerem seres intimidantes, correto? Errado!

Sim, estrela do mar são amantes vorazes de carne, consumindo qualquer coisa que conseguem pegar: ostras, peixes, caracóis. Se fôssemos suficientemente pequenos, provavelmente também estaríamos no cardápio. Mas talvez você esteja se perguntando como elas digerem o material que coletam, uma vez que não têm dentes, mandíbulas, ou algo remotamente parecido como a boca. Simples: Eles cospem seu pegajoso ácido estomacal para fora de seu corpo para pegar sua presa, digerindo-a por horas, às vezes dias.

Outra estrela do mar, apropriadamente chamada de emboscada do mar, pega suas presas elevando-se, formando uma pequena e adorável tenda. A presa pensa que encontrou abrigo para se esconder de predadores... E em seguida, é digerido.


O Labidiaster armado, apesar de não ter velocidade e agilidade, consegue arrebatar uma presa com bastante precisão. Suas "pernas" são dentilhadas, estas armadilhas orgânicas são conhecidas como pedicelos. Isso explica como ela pega muitas presas, se uma garra não pegá-lo, há cerca de um milhão a mais ansiosamente esperando para ter uma chance de capturar uma.


Imagem ampliada das patas de um Labidiaster.

5. Lulas e a Batalha dos Tentáculos


O olho do Octopoteuthis deletron é a única parte inofensiva deste rapaz. Isso porque seu ataque é ​​autotomy. Em poucas palavras, ele deliberadamente desprende seus próprios membros, deixando-os para trás, para que assim eles capturem seu alimento, retornando depois para ingerí-los. Pelo que se sabe, este é o único animal capaz de fazer isso.


A lula pode, a qualquer momento, tirar fora parte ou a totalidade de quantos membros que quiser. Uma vez separado do animal, o membro sai frenéticamente, balançando e convulsionando em todas as direções. Os tentáculos cortados vão continuar cravando seus espinhos em tudo que estiver a sua volta a partir do momento em que se soltar. 

Veja no vídeo abaixo, que a lula está um usando dois de seus membros para atacar uma escova de limpeza:


Isso não é apenas um espetáculo destinado a distrair a presa até que o corpo principal volte, as metas são sobreviver e se alimentar. Lembre-se que esta lula é um animal bem pequenoe é por isso que muitas vezes é prudente se afastar quando um "inimigo" chega.

4. Os caracóis e sua "língua de serras"


A menos que você trabalhe com plantações, provavelmente não há motivos para você temer os caracóis. Os caracóis são seres viscosos, de olhos muito arregalados, e muito apreciado na culinária por algumas pessoas. Imagina um em tamanho real? O.o

Veja ele em ação:


Esse é um caracol âmbar, nativo da Nova Zelândia. Ele persegue lentamente sua presa e de repente ataca, engolindo em uma única mordida. Mas o incomum não é o tanto que ele come, mas sim como ele come.

Sua boca, chamado de rádula, está completamente coberta de finas lâminas afiadas que se sobrepõem operando como moto-serras que descasca uma camada da pele de suas vítimas enquanto são saboreadas, a finalidade é tornar a digestão mais fácil.

Rádula.

Há também o caracol lobo rosado, que foram enviados para o Havaí a fim de erradicar um grupo invasivo de caramujos africanos. Eles fizeram isso e muito mais, mastigando praticamente qualquer coisa parecida com um caracol. Em última análise, tornou centenas de espécies completamente extintas. Eis algumas imagens deles fazendo exatamente isso:


Os caracóis lua foram recentemente vistos atacando caranguejos no fundo do mar, encurralando-os no lodo até que eles não pudessem escapar, e usando a "língua moto-serra" para perfurar um buraco através da concha, e raspando até que eles pudessem enfim alimentar-se.


3. Salamandra Arbórea, o crocodilo em miniatura


Esses bebês adoráveis ​​são basicamente crocodilos em miniatura. Suas mandíbulas musculares e dentes, podem extrair facilmente o sangue de um ser humano, e definitivamente nos ingerir se fosse maior.


Elas se alimentam também de outras salamandras e é descrita como “agressiva e territorialista”, muitas vezes levando 'cicatrizes' de briga e desentendimentos com sua própria espécie. Se você colocar duas salamandras juntas em uma gaiola, provavelmente elas vão tentar matar uma a outra.


2. Ratos espinhosos, mestres em regeneração


O rato espinhoso assemelhando-se a um hamster, são pequenos e tímidos habitantes do deserto. Quando o perigo chega, é hora de mostrar do que são capazes, eles têm uma incrível habilidade: mutilam seu próprio corpo, se atacados ou ameaçados. Eles rasgam 60 por cento de sua própria carne se for necessário.


Quando agarrada por um predador, pedaços inteiros de sua pele e carne simplesmente se desprende imediatamente, enquanto o resto do rato fica com verdadeiros buracos abertos e sangramento intenso. Enquanto isso o predador fica segurando um pedaço bruto de pele que é quase completamente intragável devido a ser coberto de espinhos afiados. Este fenômeno é conhecido oficialmente como “zona de ruir”.

Os ratinhos tem capacidade de regenerar completamente toda e qualquer carne perdida em um curto período de tempo. Suas feridas começam a curar-se quase imediatamente, levando apenas três dias para crescer uma nova pele. Demora um pouco mais para crescer os pêlos, mas em um mês estará 100% e exatamente da mesma cor e textura antiga.


Esta é uma espécie de mamífero que pode regenerar completamente sua própria cartilagem, pele, folículos pilosos, glândulas sudoríparas, sem sequer deixar uma cicatriz. Incrível, não é?

1. Joaninhas são venenosas, carnívoras e mortais


Joaninhas são brilhantes, coloridas, e muito bonitas. Provavelmente as joaninhas e as borboletas são insetos mais socialmente aceitáveis caso venham a pousar em nossa nuca. Outros insetos, pequenos, porém, não são exatamente fãs da beleza de bolinhas...


Sim, essas joaninhas pequenas e graciosas abrigam o desprezível segredo para uma vida longa. Estritamente carnívora, sua dieta é composta principalmente de bichinhos menores como os ácaros e pulgões. Seu rechonchudo corpo é uma cúpula protetora, permitindo-lhes 'arar' através de uma tonelada de formigas agricultoras e fazer um massacre livremente ali, mesmo se o número de formigas for muito maior. Então, sim, joaninhas são assassinas vorazes. xD


Veja abaixo alguns pulgões desaparecendo:


Os pontos escuros ao longo de seu corpo é um aviso aos predadores de que ela é venenosa e tem gosto desagradável. No caso de o sinal visual não funcionar, uma joaninha escorre seus fluidos corporais que são tóxicos e rançosos na boca de um predador, algo que os pesquisadores chamam de “reflexo de sangue”.


Um comentário:

Não deixe de se expressar!
Sua opinião é muito importante para nós.