quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Saiba como estes 9 países comemoram o Halloween

O mês de outubro está acabando e, ainda que no Brasil a tradição de Halloween não seja tão forte como nos EUA, acabamos entrando na brincadeira também. Não somos os únicos, obviamente, e é sempre interessante observar como outros países comemoram a mesma ocasião. Confira a seguir e, depois, nos conte qual destas tradições você gostaria de conhecer de perto:

1 – Na Irlanda

Acredita-se que a tradição do Halloween começou no minúsculo país, conhecido por suas bebidas, seu povo ruivo e suas belíssimas paisagens naturais. Por lá, quando o mês de outubro chega, as pessoas já começam a se preparar para a festança, que inclui festas à fantasia, fogueiras e, claro, crianças pedindo doces de porta em porta.

As comemorações tradicionais incluem jogos de cartas e caça ao tesouro. Os irlandeses, supersticiosos por natureza, também costumam comer um bolo de frutas chamado barnbrack – se a pessoa que come achar um anel no meio do bolo, significa que vai se casar em breve.



2 – Na Alemanha

Os alemães têm uma comemoração chamada Walpurgisnacht e que acontece em abril, na verdade. Na ocasião, eles celebram a reunião de bruxos e feiticeiras, que no mês de abril se juntavam para, em uma espécie de corrida de vassouras, voar em direção ao ponto mais alto das montanhas Harz. Na festa alemã, as bruxas são exaltadas, sempre em festas com muitas fogueiras e danças específicas. Festas parecidas acontecem na Suécia, na Finlândia e também na República Checa.


3 – Na China

A comemoração chinesa também acontece antes do Halloween tradicional. A festa dos chineses é celebrada por taoistas e budistas, principalmente. Para eles, durante um mês inteiro, fantasmas retornam do inferno para visitar os vivos.

Para garantir que os espíritos sejam bem recebidos, há muita comida e até mesmo apresentações de ópera especialmente para eles.  Em uma das festas, é realizada a queima de dinheiro (!) e de guloseimas em geral – a ideia por trás disso é garantir conforto aos entes queridos que já desencarnaram.


4 – Na Inglaterra

O Halloween era bastante tradicional na Inglaterra, mas perdeu um pouco de sua força com a Reforma Protestante. A data de comemoração foi mudada para o dia 5 de novembro.

A festa em si foi uma forma de resistência dos católicos do país e, hoje, é uma comemoração festiva, com fogos de artifício, desfiles, fogueiras e afins. Ainda assim, os ingleses também fazem festa no dia 31 de outubro, para desespero dos mais tradicionais – na terra da rainha, 45% dos nativos acreditam que o Halloween é uma “importação cultural americana indesejável”. Ouch!


5 – Nas Filipinas

A celebração filipina ocorre na mesma noite do Halloween tradicional, ainda que a festança não tenha tanta força por lá. De acordo com as crenças do país, no Dia das Bruxas os mortos voltam à vida para roubar itens pessoais de quem está na festa, então uma das tradições do povo filipino é esconder os pertences das pessoas, que só serão devolvidos no dia seguinte. As pessoas vão de casa em casa também, mas sem pedir doces. Em vez disso, fazem pequenas serenatas e pedem presentes ou dinheiro.


6 – No México

Os mexicanos adoram comemorar o Dia dos Mortos, e a tradição inclui enfeitar casas e outros espaços com as já conhecidas caveiras mexicanas, cheias de cor e criatividade. A data celebra, como em outras culturas, o retorno dos espíritos à Terra, além de marcar o fim da colheita de milho, que é um dos ingredientes típicos do país.

No Dia dos Mortos, os mexicanos preparam um caminho especial às almas que visitam o país, e espalham pétalas de flores por trilhas iluminadas com velas e cheias de oferendas. Com o agrado, a esperança é de que os mortos tragam prosperidade aos vivos.


7 – Na Coreia do Sul

Por lá, a comemoração acontece ao final do mês de setembro, com um feriadão de três dias. Nesse tempo, os sul-coreanos dão graças aos mortos e visitam as casas de seus ancestrais, onde realizam alguns rituais – um deles é basicamente preparar os chamados Songpyeons, uns bolinhos feitos de arroz que são deixados do lado de fora das casas, para que os mortos tenham o que comer. Além disso, as pessoas fazem festa, visitam e limpam túmulos, além, é claro, de comer e beber bastante.


8 – Na Escócia

Na terra das bruxas de Macbeth, o Halloween é levado a sério. Entre os costumes escoceses, estão o de deixar uma cadeira vazia e um pratinho de comida para que os espíritos tenham o que comer e, claro, possam descansar. Fogueiras são acesas, e abóboras são esculpidas para a decoração. Até pouco tempo atrás, as crianças eram vestidas com roupas velhas para que parecessem espíritos malignos – que amor! Então, elas iam de porta em porta, cantando, contando histórias e, claro, ganhando guloseimas.


9 – Em Madagascar

As festas de Dia das Bruxas costumam ser divertidas, mas em Madagascar o clima extremamente sombrio pode diminuir um pouco essa diversão toda. Lá, o Halloween é chamado de Famadihana, quando ocorre o giro dos ossos. Basicamente, a cada sete anos as famílias exumam os corpos de seus parentes mortos, com a intenção de fazer uma limpeza e, claro, de festejar.

Uma vez desenterrados, os corpos são perfumados e enrolados em cachecóis. Além de tudo, tem muita música, bebida e festa. Os familiares curtem a ideia de ter seus parentes mortos por perto mais uma vez e colocam os restos mortais em seus colos, além, é claro, de posar para fotos ao lado deles. Depois, os corpos são enterrados novamente, às vezes com dinheiro, bebidas e fotografias. E ficam sepultados por pelo menos mais sete anos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de se expressar!
Sua opinião é muito importante para nós.